© 2017 por Tabiji/Roberto Maxwell. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por

03/06/2018

Please reload

Posts Recentes

O fim da linha

03/06/2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Calor no Japão? Que tal um kakigori?

16/12/2017

O Japão é um país com as quatro estações bem definidas e o calor no verão não deixa nada a dever aos dias, digamos, mais amenos da estação quente em cidades como o Rio de Janeiro. E, obviamente, os japoneses aprenderam a se aliviar de diversas maneiras. A mais saborosa delas é, sem dúvidas, o kakigori que pode ser entendido como uma sobremesa da espécie das raspadinhas de gelo que a gente encontra no Brasil.

 

O kakigori é atração por aqui há alguns séculos, bem antes de haver geladeira ou outro tipo de sistema de refrigeração elétrico. Registros falam de gelo picotado na lâmina sendo saboreado por gente das altas classes lá no Período Heian (794 - 1185). O lance demorou a pegar e só no finalzinho do século 19 é que as primeiras lojas de kakigori foram abertas.

 

 

A sobremesa em sua forma básica é composta pelo gelo picotado em máquinas e algum tipo de acompanhamento que dá o sabor. Pode ser creme feito com leite, leite condensado, xarope de frutas, café e até mesmo licor.

 

0:18 | Kakigori de leite condensado

 

A partir daí, a criatividade manda. Em alguns locais, o gelo é feito com água saborizada ou suco de frutas e são adicionados acompanhamentos como frutas, pudins, sorvetes, chá verde em pó e até o anko, a geléia de feijão azuki que assusta muitos brasileiros.

 

Há quem leve o negócio tão a sério que produza kakigori com gelo especial. Nagatoro, na província de Saitama, é uma cidade conhecida nacionalmente por produzir a sobremesa com gelo 100% natural, feito com água pura das montanhas e num processo de congelamento e descongelamento a céu aberto super controlado. A ideia é produzir um gelo cristalino e transparente. O gelo produzido no inverno é guardado com muito cuidado em câmaras frigoríficas para ser usado ao longo do ano. E não é só isso. Os xaropes que dão sabor à iguaria são feitos artesanalmente e a ideia é recriar a experiência dos aristocratas que viveram na corte de Kyoto a mil anos atrás!

 

Em Tóquio não faltam lugares para se provar o kakigori. Um deles é o Homibing que está chamando a atenção pelo estilo. O restaurante fica em Shin-okubo, o bairro coreano da capital japonesa. Não é à toa. Homibing é uma rede que nasceu em Myeongdong, o icônico bairro de comércio popular de Seul, a capital da Coreia do Sul. A loja original fechou mas a rede se expandiu pelo país e, agora, tenta conquistar o mundo. Depois de Los Angeles, Tóquio recebeu a segunda filial internacional e a rede se prepara para abrir franquias na Malásia e na Tailândia.

 

No Homibing, o kakigori — ou melhor, bingsoo, como a iguaria é conhecida em coreano —, sobe mais um nível. A receita do saboroso gelo picado macio e quase cremoso é um segredo da rede. E os acompanhamentos não deixam a desejar. Estão no cardápio frutas frescas, pudim, bolos, brownies e geléia anko de feijão azuki, claro, para agradar o paladar dos japoneses.

 

 

Um dos sabores da estação é a melancia (foto no topo da página). Acompanhando a montanha de gelo saborizado, uvas passas, pedaços de melancia fresca e um gostosíssimo e suave pudim de leite (!). A combinação inusitada bate no paladar muito delicada e doce no nível certo.

 

Refrescante e deliciosa, a sobremesa não decepciona nem os mais céticos. Não é à toa que, no verão, não exista restaurante bom que sirva a iguaria e esteja vazio em Tóquio. Sim, estamos falando de raspadinha de gelo. Mas pode chamar, também, de kakigori.

 

Serviço

Homibing

Tokyo-to Shinjiku-ku Hyakunincho 2-3-20 [mapa]

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags